A Vida é apenas um caminho!

Etiquetas

, , , , ,

o-happiness-facebook

Teimamos em ficar presos na nossa mente, no nosso mundo, na nossa realidade e acabamos por nos esquecer que esse é apenas o nosso lado.
Teimamos em achar que as pessoas têm de mudar, têm de se transformar à imagem que nós temos delas e acabamos por nos moldarmos a nós mesmos em função dos outros. Dentro da nossa mente queremos tanto que os outros sejam como nós idealizamos que acabamos por nos esquecer de como realmente somos.
Mas chega a uma altura em que temos de parar, acalmar a mente e definir prioridades.

O que é que realmente importa?

Continuar a ler

Entre o desequilíbrio material e o equilíbrio emocional

Etiquetas

, , , , , ,

abraco-2
A Humanidade anda triste, o sofrimento acontece a cada canto. As pessoas vivem de uma forma tão automatizada que por vezes nos dão vontade de procurar o botão onde se pode desligar toda esta sociedade consumista e desprovida de valores para quem um qualquer presente caro vale mais do que um abraço. Continuar a ler

Dias Cinzentos

Etiquetas

, , ,

tumblr_nyy9a3mlyo1u7ktwwo1_500
Sempre foi uma pessoa forte, determinada, com sonhos, que lutou constantemente pelo que queria e que abraçou todas as oportunidades.
Sempre foi uma pessoa alegre, pronta para ajudar, pronta para abraçar cada desafio onde precisassem dela como se fosse um objectivo pessoal.

Nunca virou as costas a nada, mas agora está cansada. Continuar a ler

Existem todos, e depois existimos nós

Etiquetas

, , , , ,

dark-movies-inception-dreaming-1920x798-wallpaper_www-wall321-com_48

Chega a uma altura das nossas vidas em que parece estarmos perdidos(as). Em que todos ao nosso redor estão felizes, com emprego estável, relações sólidas e duradouras, casados e, alguns, até já com filhos.

E depois existimos nós.

Temos entre 20 e 35 anos, solteiros e sem perspectiva de ter uma relação sólida, muito menos de casar e ter filhos.
Nós que constantemente somos questionados sobre se não casamos, sobre se não saímos de casa dos nossos pais, sobre se não arranjamos um emprego melhor, ou pelo menos estável.
Nós que, apesar de jovens adultos, somos encarados por todos, e se calhar também por nós mesmos, como adolescentes imaturos que não sabem bem o que fazer da vida. Continuar a ler

TU és importante! Sim, TU!

Etiquetas

, , , , , , ,

635996326318967000-735057824_legs-window-car-dirt-road-51397

Constantemente somos postos à prova…aqueles que um dia nos prometeram o Mundo são os mesmos que agora nos tiram o tapete  debaixo dos pés…e isto acontece com uma frequência tal que ainda não nos conseguimos levantar e já estamos novamente em queda.
Se pensarmos bem, a Vida não passa disso mesmo; um Cai e Levanta,um ilude e desilude, um agora Amo-te mas daqui a pouco já te odeio…

Mas será que tem mesmo de ser assim? Continuar a ler

Parece que somos campeões!

Etiquetas

, , , , , , , ,

transferir

10 de Julho de 2016, o dia em que Portugal parou!
Finalmente acabou o nosso triste fado de perder em fases finais do Europeu, finalmente, depois de muito sangue, suor e lágrimas, fomos campeões!

Chorei, chorei muito…quando o Ronaldo caiu após a falta do Payet, quando ele colocou a braçadeira no braço do Nani…fez recordar a final da Luz, frente à Grécia, quando o jovem Cristiano de apenas 19 anos era o rosto da desilusão, a chorar como uma criança a quem roubam de forma brusca o seu brinquedo favorito…12 anos depois lá estava ele novamente, Continuar a ler

Nas margens do nosso Rio

Etiquetas

, , , ,

ponte_25_abril_amanhecer2

Nas margens da solidão o amor encontrou-se; tão só, tão desgostoso e tão magoado em dois corações separados pelo tempo e pela distância.
Bastou um só olhar para estes dois corações adormecidos se tocarem.
Embora tímidos, frágeis e medrosos conseguiram-se aproximar e dar-se a conhecer um ao outro. Continuar a ler

Caminhada de pés descalços

Etiquetas

, , , ,

12687933_469639446552496_4373356558155572686_n

O caminho era longo, e ela fazia-o com os pés descalços e o coração nas mãos.
Nunca antes se tinha imaginado em tamanha luta.
Até ali nunca pensara em desistir de sonhos antigos, em criar novas expectativas ou até mesmo em negar os seus sentimentos. Tinha um grande percurso pela frente, percurso esse a que toda a gente em redor chama de vida, mas que ela preferia apelidar de amor. Continuar a ler