2015, o ano da mudança

mudança1
Mais um ano está a chegar ao Fim.
Foi dos anos que mais rapidamente passou desde que me lembro.
Um ano cheio de emoções, de encontros e desencontros, de amores e desamores.
Mas foquemo-nos nas coisas boas. Continue reading “2015, o ano da mudança”

Anúncios

Adeus, Companheiro

tumblr_lax53bfAav1qca9ouo1_500Hoje será, talvez, o pior dia da minha vida. Eram 6 da manhã e acordei com o telefone a tocar, era a minha mãe com a pior notícia que me podia ser dada: “o avô morreu”. Ontem tive de vir mais cedo para Lisboa e não o pude ir ver ao hospital, não me pude despedir dele como devia de ser. Acho que vou carregar este peso para o resto da vida. Se algum dia me perguntarem quem foi o Homem da minha vida, de certeza que a minha resposta será: foi o meu avô. Mais do que avô, ele foi um segundo pai, um companheiro de tardes à lareira, um professor, um amigo. A ele devo o gosto pela arte, pela cultura e pelos livros. Um dia alguém me disse:
Continue reading “Adeus, Companheiro”

Berlim

stock-footage-young-man-smoking-in-the-dark-cigarette-smoke-black-and-white9 de Julho de 2006, após ter recebido a notícia de que tinha entrado em Comunicação Social na Universidade de Coimbra, meti-me num avião com os meus amigos rumo a Berlim. Dia da final do Campeonato do Mundo de Futebol de 2006, apesar de Portugal não ter chegado à final e do nosso desejo ser vê-los a ganhar o Mundial, não podíamos perder a oportunidade de estar perto de jogadores como o Buffon, o Pirlo ou o Zidane. Havia todo um corrupio em volta do Olympiastadion para ver a chegada das selecções de Itália e França. Há grupos de pessoas de vários países, connosco foi até ao estádio um grupo de Évora, encontrámo-nos na rua do hotel e decidimos ir juntos. Depois de todo o jogo, e de percebermos que, tanto nós como os rapazes estávamos a torcer pela Itália, decidimos trocar contactos e partilhar a experiência de conhecer Berlim em conjunto. Houve uma empatia Continue reading “Berlim”

Jogos do Destino

black-and-white-camera-couple-cute-love-photo-favim-com-71555_largeConhecemo-nos por acaso, quando tropeçámos um no outro naquela rua de Berlim, a vida tem destas coincidências, e ao fim de umas semanas percebi que não queria passar a minha vida sem ti. És de fácil conversa, temos gostos e interesses em comum, mas durante estes anos a nossa relação acabou por se basear em contacto virtual, formámos uma ligação entre nós apenas através da internet e telefone, mas apesar dos 200kms que nos separaram durante anos, estiveste sempre ali, mesmo estando eu em Évora e tu em Castelo Branco, ou mesmo quando eu estava na faculdade em Lisboa e tu em Coimbra. Houve sempre algo forte que, de todas as vezes que éramos para estar juntos, não o deixava acontecer. Neste espaço de tempo crescemos, em idade e em maturidade, tirámos os nossos cursos, seguimos as nossas vidas já algo mentalizados de que iríamos ficar sempre assim, sem nos conseguirmos ver o resto da vida. Até agora, há um mês atrás, quando recebi uma proposta para ir ser colaborador da secção de desporto no jornal onde trabalhas. Na minha cabeça houve todo um reviver de conversas e experiências e acabei por aceitar, na esperança de realmente perceber o que sinto e poder estar perto de ti e não só pela fantástica oportunidade que me estava a ser dada. Aquilo que ao início era uma relação de amizade, Continue reading “Jogos do Destino”

Desejo de ti

tumblr_mdlvo9gx7S1r25t3go1_500Gosto da forma como me desejas. Gosto da forma como te desejo. Gosto da forma como me fazes sentir mulher. Gosto da forma como me tocas e me excitas. Recordo aquela noite de Outubro, na nossa praia. Tínhamos acabado de sair da festa de casamento do nosso chefe, eu no meu vestido de seda vermelho e tu, elegante como sempre, de smoking. Nem imaginas como ficas atraente de fato. O álcool que tínhamos ingerido fazia parecer que a noite estava com uma temperatura agradável, mas o que é certo é que às tantas já eu estava cheia de frio com o teu casaco a aconchegar-me. Quando dei por ti, estavas a olhar para mim, toda encharcada pela chuva que tinha começado a cair, com todas as formas do meu corpo a sobressaírem na seda colada ao corpo, até que me começaste a tocar, a acariciar como se fosse a mulher mais perfeita do mundo. A areia molhada não impediu que me tornasses tua. Disseste que a luz da lua fazia de mim a mulher mais bonita de todas e, enquanto isso, ias Continue reading “Desejo de ti”

Entre a Arquitectura, a Leitura e a Imaginação

O Mosteiro de Santa Maria da Vitória (vulgarmente conhecido como Mosteiro da Batalha) sempre foi um dos monumentos nacionais que mais me fascinou; contudo, só este ano o visitei pela primeira vez. Muitos pensarão que esta é uma falha gravíssima, mas acreditem que o vivi de uma forma que, há três ou quatro anos atrás, não teria vivido (sim, porque os edifícios são para serem vividos). Continue reading “Entre a Arquitectura, a Leitura e a Imaginação”

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑