Porquê?

alone-crying-girl-heartbroken-sad-Favim.com-250063-603x336

Espero por ti como sempre. É só mais uma noite gélida e eu continuo sentada no rebate a olhar para o infinito. Tenho o secreto desejo que ainda me apareças, qual D. Sebastião por entre a bruma. Não perco a esperança. Não enquanto os meus olhos mo permitirem, não enquanto a minha mente me disser que um dia voltas. Podem passar dezenas de anos, mas ver-te-ei sempre da mesma forma: sorriso contagiante e olhar brilhante. Não me esqueço da última vez que te abracei, estavas com os teus calções favoritos, azuis escuros, e com a t-shirt branca de que tanto gostavas.

-Gosto muito de ti mãe, mas agora larga-me, deixa-me ir brincar com os meus amigos! Continue reading “Porquê?”

Feliz dia da mãe

url“Quem dá pão, dá criação!”

Desde miúda que vou ouvindo esta frase saída da boca da minha avó, e graças a ela sempre tive uma visão muito clara do que poderá ser o significado de ser mãe.

Muita gente diz que “o maior direito da mulher é o direito de ser mãe“, mas na minha opinião esta frase está desajustada. Não terá mais lógica dizer que “o maior direito da mulher é o direito de escolher se quer ou não ser mãe“? Continue reading “Feliz dia da mãe”